Novo surto de "Escarlatina" no Brasil! Doença perigosa que ataca nossos filhos: Conheça os sintomas!

Apesar dos grandes esforços de todos os pais, para cuidar da saúde de seus filhos, é quase impossível evitar que eles fiquem doentes, especialmente em épocas de calor ou frio extremos, onde é comum contrair doenças virais e bacterianas.

A escarlatina é uma bactéria estreptococos do grupo A, que se aloja na garganta e na pele. Você pode se contagiar facilmente se tiver algum tipo de contato com gotas de saliva infectadas de qualquer pessoa que tossir ou espirrar muito perto. Se, por engano, tocar a boca, nariz ou os olhos, ou tomar do mesmo copo de uma pessoa contagiada, é provável que também fique doente.

krasnayasypnateleurebenka6

Há muitos anos a escarlatina era uma doença muito grave, que atacava crianças de 2 a 10 anos que causava a morte. No entanto, há um ano o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos reportou o surgimento de um novo surto.

Atualmente, é recomendável continuar alertando os pais para identificar os sintomas e assim evitar sofrer consequências. Felizmente, se a doença for detectada a tempo é possível controlá-la através da administração de antibióticos.

Detecte-a a tempo

Geralmente, começa como se fosse um resfriado comum, com febre e dor de garganta, apresentando calafrios, vômitos e dor abdominal.

Screenshot_2-70

Quando se trata de uma infecção como a escarlatina existem sintomas que descartam uma simples gripe, como:

  • Febre
  • Língua coberta com uma camada branca ou vermelho com pequenas protuberâncias e aparência inchada
  • Garganta e amígdalas avermelhadas e doloridas
  • Erupções no pescoço, axilas, virilha ou abdómen (causada pelo veneno que as bactérias contraem)
  • As protuberâncias com aparência de manchas vermelhas, planas e pequenas que se transformam em protuberâncias ásperas como uma lixa.
  • Rosto, joelhos, axilas e cotovelos avermelhados
  • Boca pálida
  • Descamação na pele, especialmente na ponta dos dedos das mãos e dos pés
  • Coceira na pele
  • Dor muscular

Recomendação para os pais

É uma doença muito contagiosa, portanto, você deve **evitar que seus filhos tenham contato com pessoas que sofram qualquer tipo de doença. Faça com que seus filhos sigam os hábitos de higiene, como lavar as mãos constantemente.

Se seu filho estiver doente troque sua escova de dentes, lave seus pratos e talheres com água sanitária, separe todos os objetos de uso pessoal como toalhas, lençóis, etc.

Corte as unhas de seu filho bem curtas para evitar lesões ao se coçar. Evite que ele respire produtos fortes como água sanitária, produtos de limpeza, aerossóis e outros. Lembre-se de hidratá-lo com água natural para evitar que fique desidratado.

Tente não sair de casa, apenas para visitar o médico, geralmente o tratamento requer 10 dias com antibióticos.

Complicações irreversíveis

8--1-

Se a doença avançar sem antibióticos, pode causar graves danos nos órgãos internos como o coração e o fígado. Inclusive pode contrair febre reumática (inflamação que afeta articulações, a pele e o cérebro), além de infecções no ouvido, pele, garganta e pulmões.

Sugestões naturais

Esta doença tem muitos sintomas desconfortáveis que podem afetar seu filho, por isso você pode ajudá-lo utilizando remédios naturais que a natureza nos proporciona como, por exemplo:

1. Vinagre de maçã

Alivia a dor de garganta ao aquecê-lo e adicionar pimenta. Por conter ácido acético, tem a capacidade de combater infecções e queimaduras. Coloque um pouco em um algodão e aplique nas áreas afetadas.

2. Infusão eficaz

Adicione mel, folhas de morango e hortelã, tome duas ou três vezes por dia para aliviar a dor de garganta.

3. Umidifique seu quarto

O vapor da água e os umidificadores protegem o ar seco do ambiente, assim evitando que tenha ataques de tosse e machuque a garganta. Adicione óleos essenciais como lavanda, eucalipto e hortelã, para diminuir a inflamação.

Como pais devemos continuar reforçando aos nossos filhos os hábitos de higiene para prevenir doenças. Lembre-os que deverão cobrir a boca ao espirrar ou tossir e lavar suas mãos frequentemente.

Fonte: Família.com.br




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook