Perca Peso Agora

Mononucleose tem Cura? Sim! E com Remédios Naturais.

Você já ouviu falar na “doença do beijo”? Parece estranha a expressão, já que beijo é associado com tanta coisa boa... Mas essa enfermidade, popularmente conhecida como doença do beijo, é a mononucleose, uma infecção viral transmitida pela saliva (daí a relação com o beijo).

Ela transmitida quando a pessoa infectada tosse ou espirra, respingando gotículas com o vírus. Ela também pode ser transmitida pelo beijo ou pelo uso compartilhado de utensílios, como talheres e copos.

O pediatra Bruno Amaral explica que para haver contágio é necessário um contato mais íntimo. "Só o compartilhamento de utensílios não é suficiente para transmitir a doença. O vírus tem uma infectividade baixa". Somente 10% das pessoas que estão em contato com alguém infectado são contaminadas.

Outra característica do vírus, o Epstein-Barr (EBV), é que, por ele se associar ao material genético das células dos seres humanos, pode sobreviver no indivíduo até o final da sua vida.

O pediatra ainda diz que nem sempre a pessoa infectada desenvolve os sintomas clássicos da doença, como a faringoamigdalite, febre e linfonodos aumentados. "De 15 a 25 anos é onde a gente mais vê a doença, mas não é onde a gente mais tem a infecção", compara.

Às vezes a doença demora a se manifestar, porque o período de incubação do vírus varia de 30 a 45 dias, o que dificulta o diagnóstico de quando a doença começou.

A doença é diagnostica através de uma análise sanguínea, porque a pessoa infectada tem quantidades anormais de linfócitos com apenas um núcleo.

Sintomas da mononucleose

Os sintomas mais comuns da mononucleose são:

  • Fadiga
  • Sensação geral de mal-estar
  • Dor de garganta
  • Inflamação de garganta que não melhora com o uso de antibióticos
  • Febre alta, que dura cerca de 10 dias
  • Inchaço dos gânglios linfáticos no pescoço e axilas
  • Amígdalas inchadas
  • Dor de cabeça
  • Erupção cutânea
  • Baço suavemente inchado
  • Dor muscular
  • Falta de apetite

Sintomas como febre e dor de garganta geralmente costumam diminuir em algumas semanas. No entanto, outros sintomas, como fadiga, aumento dos gânglios linfáticos e baço inchado, podem persistir por mais tempo.

Remédios naturais para mononucleose

1) Misture ½ colher de chá de sal ou bicarbonato de sódio em um copo de água morna e faça gargarejos várias vezes ao dia para aliviar a dor de garganta.

2) Tome uma colher de sopa de própolis de abelha ao dia para reforçar o sistema imunológico.

3) Despeje em um copo de água que está fervendo 1 colher de sopa de flores de sabugueiro. Cubra e deixe esfriar um pouco. Tome uma xícara de chá dessa infusão ainda quente para febre.

4) Ferva por 5 minutos 1 xícara de água contendo duas colheres de sopa de milefólio. Retire do fogo e deixe esfriar. Tome um copo desse chá para reduzir a febre.

Gostou? Compartilhe essa informação com os seus amigos!

Fonte: Green Me



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook