Inteligência Artifical consegue dizer se você é Gay analisando apenas uma Foto

Um programa de computador adivinhou a sexualidade das pessoas de um site de namoro com precisão de até 91%, levantando muitos questionamentos éticos.

Inteligência artifical consegue deduzir com precisão se uma pessoa é gay ou hetero com base em fotos de seus rostos, segundo uma nova pesquisa que sugere que as máquinas podem ter um "gaydar" muito melhor do que humanos.

3770

O estudo da Universidade de Stanford que descobriu um algoritmo capaz de distinguir entre homens gays e heteros 91% das vezes, e 83% para mulheres, levantou questionamentos sobre a origem biológica da orientação sexual, a ética de tecnologias de reconhecimento facil e os possíveis riscos deste tipo de software violar a privacidade das pessoas ou ser abusado por grupos anti-LGBT.

A inteligência artificial testada no estudo, que foi publicado no Journal of Personality and Social Psychology, se baseou em amostras de mais de 35.000 imagens faciais que homens e mulheres postaram publicamente em um site de namoro americano. Os pesquisadores, Michal Kosinski e Yilun Wang, extrairam características das imagens usando "redes neurais profundas" (deep learning), um método matemático sofisticado que aprende a analisar imagens com base em um grande conjunto de exemplos.

No estudo de Stanford, os autores comentaram que a mesma técnica poderia ser usada para explorar relações entre características faciais e muitos outros fenômenos, como posicionamentos políticos, condições psicológicas e personalidade.

Esse tipo de pesquisa aumenta as preocupações com cenários como do filme de ficção científica Minority Report, no qual pessoas podem ser presas baseado apenas nas previsões de que elas irão cometer um crime.

"Inteligência Artificial pode dizer qualquer coisa sobre qualquer pessoa, se tiver dados suficientes. A questão para a sociedade é: nós queremos mesmo saber?"

falou Brian Brackeen, CEO da Kairos, uma empresa de reconhecimento facial.

Brackeen, que confirmou que os dados de Stanford em relação a orientação sexual são "surpreendentemente corretos", disse que é necessário um maior foco na privacidade e em ferramentas para prevenir o abuso deste tipo de tecnologia conforme ela se torna mais avançada e utilizada.

Veja abaixo a combinação média dos rostos de heterossexuais (esquerda) e homossexuais (direita) para homens (em cima) e mulheres (em baixo) encontrada pelo estudo:

Screen-Shot-2017-09-09-at-09.28.24

Nossa equipe está buscando o programa de computador usado e irá publicá-lo aqui caso seja disponibilizado pelos autores do estudo, para que você possa testá-lo com suas próprias fotos.




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook