Perca Peso Agora

Gelo ou Calor? O que é Melhor para Tratar Lesões?

A aplicação de calor ou gelo pode promover alívio de lesões, diminuindo o sofrimento e as dores, mas eles não devem ser usados de forma alternada, como muita gente pensa.

Frequentemente as pessoas confundem o uso do quente ou frio com o objetivo terapêutico. Muitas vezes, isso pode acabar piorando o problema, ao invés de melhorá-lo.

Aprenda aqui quando se deve usar o gelo e quando o calor é a melhor opção.

Quando usar o gelo

Terapia com gelo funciona muito bem, se usada após uma agressão aguda.

O gelo funciona para lesões porque estreita os vasos sanguíneos (vasoconstrição), o que ajuda a prevenir o acumulo de sangue no local, prevenindo o edema e diminuindo a reação inflamatória no período de recuperação.

O segredo no tratamento de lesões é: repouso, gelo, compressão e elevação. Com esta última medida, limita-se o fluxo sanguíneo na área, minimizando o edema.

Deve-se aplicar o gelo por 20 minutos e não mais, por risco de congelar a pele, lesando-a. É muito importante proteger o local da aplicação com um pano bem fino, que evite o contato direto entre a pele e o gelo.

Quando usar aquecimento

Para músculos, dor física e esforços excessivos, aplicar calor melhora a circulação na área afetada, o que promove reparação e alívio da dor, enquanto aumenta a flexibilidade.

Conforme aumenta o fluxo de sangue, haverá maior aporte de oxigênio e nutrientes ao local afetado, enquanto que os catabólitos (lixo bioquímico) são removidos da área.

O calor funciona bem para dores articulares ou aquecimento pré-treino. Dores crônicas sem presença de edemas também respondem bem ao tratamento com calor, mas lembre-se de proteger a pele do calor com um pano. As sessões devem ser de cerca de 20 minutos por vez.

Banhos de água gelada

O uso de água gelada pode ser útil em termos de saúde. Este procedimento promove aumento de gordura marrom, que promove perda de gorduras e maior geração de energia em comparação à gordura branca.

A técnica de imersão em água gelada ou crioterapia é muito usada entre atletas, tanto amadores como profissionais. Ela reduz inflamação e dor após o exercício, além de acelerar o tempo de recuperação.

Mas lembre-se que esses banhos de imersão em água gelada devem respeitar um limite de tempo e temperatura, para que não causem um choque no seu corpo.

Além disso, a exposição à água gelada tem outros benefícios:

  • estimular a produção de glutationa, o mais poderoso antioxidante produzido pelo corpo;
  • reduzir ácido úrico: sabemos que altos níveis de ácido úrico são normalmente associados à gota, hipertensão arterial e doença renal. Portanto, a sua redução diminui risco de certas doenças.

Condicionamento hipertérmico

Usar altas temperaturas é benéfico na prevenção e reparo de proteínas lesadas.

Nesse caso, a sauna é altamente eficaz: você aumenta sua performance atlética e resistência, além de estimular o crescimento de novas células cerebrais.

Resumindo: quando o seu corpo é submetido a uma razoável quantidade de estresse térmico, ele gradualmente se torna aclimatado ao calor, promovendo uma série de mudanças positivas.

Agora você já sabe como tratar corretamente qualquer lesão. Aproveite as dicas e super saúde!

Referências bibliográficas:

  • JAMA Internal Medicine February 23, 2015
  • Am J Physiol. 1996 Mar;270(3 Pt 2):R525-32.
  • New England Journal of Medicine 2009 Apr 9;360(15):1518-25
  • Medical News Today May 10, 2015
  • J Sci Med Sport. 2007 Aug;10(4):259-62.
  • Eur J ApplPhysiolOccup Physiol. 1989;58(5):543-50.

Fonte: Dr. Rondó



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook