Empresa de Laticínios desiste do Leite de Vaca e investe em Leites Vegetais

Após 90 anos de existência, a empresa norte-americana de laticínios Elmhurst Dairy finaliza a produção de leite de vaca e se dedica aos processos de leites vegetais.

A mudança, de acordo com o empresário Henry Schwartz, se deu devido à queda na demanda dos produtos lácteos tradicionais, tornando a operação não rentável. “Eu tentei manter isso aberto porque era a fábrica do meu pai e ele me pediu para fazê-lo“, explica o CEO em entrevista para o The New York Times.

De acordo com o professor de economia agrícola da Universidade de Cornell, Andrew Novakovic, os anos áureos do leite de vaca nos Estados Unidos foram no final da década de 1940. Depois disso, o consumo caiu gradativamente. As justificativas para essa queda são várias, entre elas estão: a maior conscientização dos consumidores com relação à causa animal e a preocupação com a saúde, uma vez que esta bebida láctea é rica em gordura saturada, colesterol e hormônios.

Desta forma, no segundo semestre de 2016, Schwartz fechou as portas da fábrica que ficava localizada no Queens, nos Estados Unidos. Já em 2017 começou uma nova etapa da empresa, que atualmente chama-se apenas “Elmhurst”. Na feira Natural Foods Expo West, em Anaheim, na Califórnia, a organização lançou “Milked”, uma série de leites vegetais.

Leites veganos: uma nova forma de produzir laticínios

Inspirada no trabalho da médica Cheryl Mitchell, a Elmhurst passou a explorar os benefícios e nutrientes de grãos, sementes e nozes. Após 20 anos de estudos, Mitchell coloca seus conhecimentos em prática na nova formatação da empresa de Schwartz.

“Não é necessário adicionar espessantes, emulsionantes, estabilizadores ou óleos, pois todos estes são naturalmente contidos na planta e só precisam ser liberados”, explica a Elmhurst em seu site oficial.

Ao todo são 4 tipos de leites vegetais disponibilizados pela empresa: amêndoas, avelã, caju e nozes. De acordo com Schwartz, a sua nova linha de produtos possui “até quatro vezes mais nozes por porção do que as outras marcas líderes”. Além disso, os produtos são livres de glúten, lactose e organismos geneticamente modificados (OGM).

Fonte: Remédio Caseiro




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook