Perca Peso Agora

Dores no Joelho podem indicar Doença relacionada ao uso de Salto Alto

Você já ouviu falar em “síndrome do cinema”? Pois este é um dos grandes motivos das dores nos joelhos, principalmente em mulheres que usam salto alto com frequência.

Na verdade trata-se de uma doença denominada condromalácia ou condropatia patelar, que tem como principal sintoma dor na face anterior do joelho ao subir e descer escadas, pisar na embreagem, abaixar ou levantar depois de ficar muito tempo sentada, como por exemplo ao levantar do ônibus ou sair do cinema, daí vem o nome.

Isso acontece, porque o joelho está muito sujeito a sofrer lesões, tanto traumáticas (acidentes e quedas) quanto degenerativas (desgaste, envelhecimento) e até mesmo relacionadas ao uso de sapatos inadequados no dia a dia.

Neste contexto, o adorado “salto alto” pode se tornar um “grande vilão”, se não estiver de acordo com padrões ergonômicos corretos.

Salto alto X Problemas nos joelhos

O joelho é a maior articulação do corpo humano, com grande complexidade biomecânica e fundamental para as atividades do cotidiano. Com anos de formação e experiência na área, Dr. Marcelo Tostes, explica que de maneira geral, as mulheres apresentam mais chances de desenvolverem problemas nos membros inferiores, como a condromalácia patelar, por exemplo.

“A condromalácia patelar é mais frequente nas mulheres, mas acomete também os homens. O fato de ser mais comum nas mulheres tem relação com o eixo da perna das mesmas, que normalmente é valgo (joelho em "x", "para dentro"), dentre outros fatores. ", afirma Dr. Marcelo.

De acordo com o médico a condromalácia surge quando existe excesso de pressão entre a patela e o fêmur durante o movimento de dobrar e esticar o joelho. Também pode ser provocado por lesões traumáticas agudas ou repetitivas, como ao realizar chutes repetidos com o joelho, subir e descer escadas ou cair sobre os joelhos.

“A pressão da patela sobre o femur pode chegar a 3 vezes o peso do corpo para subir e descer escadas e 7 vezes o peso corporal com flexão maior que 90 graus. Em um salto, por exemplo, essa pressão pode ser ainda mais importante" - esclarece o médico.

Para Dr. Marcelo o melhor caminho é sempre a prevenção e neste contexto a escolha do sapato adequado é fundamental.

“Quando o calçado tem um salto muito alto, que eleva muito o calcanhar em relação aos dedos do pé, o joelho acaba ficando um pouco fletido. Esta condição pode causar inflamação na região anterior do joelho. Na hora de escolher o sapato, é muito importante optar pelo conforto. Calçados confortáveis, amortecem o impacto e ajudam a evitar inflamação dos meniscos. Saltos com tamanhos mais moderados ajudam na prevenção de problemas como a “condromalácia patelar, por exemplo “, conclui.

Para quem já possui a doença ou tem apresentado sintomas, é fundamental a consulta com um especialista que vai indicar o melhor diagnóstico e tratamento. Compartilhe!

Fonte: Dr. Marcelo Tostes - CRM 120.317



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook