Perca Peso Agora

Descoberto Cogumelo Que Altera as Bactérias Intestinais e Poderá Ser Usado Para Emagrecer

Cogumelos podem ser a chave para o combate à obesidade, disseram os cientistas, após descobrirem uma classe de fungos capazes de provocar perda de peso.

Comumente conhecido como reishi, o Ganoderma lucidum é um cogumelo amargo, usado na medicina chinesa para aumentar a longevidade e melhorar a saúde.

Usuários afirmam que estes fungos, utilizados apenas para fins medicinais, podem curar e combater alergias, doenças hepáticas, problemas pulmonares, diabetes, câncer e doenças cardíacas.

Agora, um novo estudo descobriu que o cogumelo reduz o peso corporal, inflamação e resistência à insulina em ratos com uma dieta rica em gordura.

Pesquisadores da Universidade Chang Gung, de Taiwan, esperam que o Ganoderma lucidum possa ser a base de um novo tratamento contra a obesidade.

“O nosso estudo mostra que G. lucidum previne a obesidade induzida pela dieta e alivia a inflamação através da modulação da composição da flora intestinal, mantendo a integridade do intestino”, disseram.

Para aprofundar o estudo nestes fungos, que tem sido utilizados durante séculos, na China, para tratamentos de saúde e longevidade, os pesquisadores deram um extrato do cogumelo para ratos, com uma dieta rica em gordura. Os resultados apareceram nos primeiros 2 meses de experimento.

“O extrato do cogumelo pode ser utilizado como pré-antibiótico para reduzir o ganho de peso corporal, inflamação crônica e resistência à insulina (diabetes tipo 2) em indivíduos obesos”, observaram os pesquisadores. Os cientistas descobriram que o cogumelo alterou as bactérias no intestino, trazendo benefícios para a saúde.

Um estudo passado descobriu que a microbiota intestinal - trilhões de bactérias no intestino que regulam os níveis de nutrientes e energia - estão associados com a obesidade.

Atualmente, as taxas elevadas de obesidade são consideradas uma das principais ameaças à saúde pública, com 500 milhões de pessoas obesas e 1,4 bilhão de indivíduos com excesso de peso em todo o mundo.

Dezenas de estudos relacionaram a obesidade, tanto em níveis menores quanto maiores, com a resistência à insulina, prevalência a diabetes tipo 2, doença do fígado, doença cardiovascular, apneia obstrutiva do sono e vários tipos de câncer.

Fonte: Jornal Ciência



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook