Descoberta a causa da morte misteriosa de crianças na Índia: a Lichia!

Após décadas sem respostas para a morte repentina de crianças em Muzaffarpur, na Índia, finalmente descobriu-se a causa!

Todos os anos, em maio, conforme a temperatura subia na Índia, mais especificamente na cidade de Muzaffarpur, ocorria sempre a mesma tragédia: pais levavam seus filhos, que estavam saudáveis na noite anterior, para o hospital. As crianças apresentavam convulsões e depois entravam em coma.

Cerca de 40% delas acabavam morrendo. Isto durava até julho e depois essas mortes misteriosas acabavam de forma tão repentina quanto tinham começado.

A população de Muzaffarpur sofria com estas mortes misteriosas desde 1995 e até agora ninguém conseguia encontrar uma resposta sobre o que causava estes falecimentos. Então, três anos atrás o Dr. Rajesh Yadav, pesquisador do India Epidemic Intelligence Service, foi para Muzaffarpur determinado a descobrir o que estava causando estas mortes. E conseguiu.

Em uma pesquisa feita em parceria com India’s National Center for Disease Control e Centers for Disease Control and Prevention em Atlanta, Estados Unidos, o Dr. Rajesh Yadav descobriu que a causa da morte misteriosa destas crianças era a LICHIA! O estudo foi publicado na revista científica The Lancet Global Health.

Para se ter uma ideia, em 2015 os pesquisadores pediram aos pais que dessem jantar para seus filhos e limitassem o consumo de lichia. Estas simples medidas já fizeram com que o número de mortes de crianças caísse drasticamente.

Para chegar a esta descoberta sobre a lichia, o Dr. Rajesh Yadav e seus colegas passaram dois anos observando e conversando com a população de Muzaffarpur para tentar entender quais eram seus hábitos. E também realizaram uma série de exames nas crianças. “Foi uma situação muito intensa, nós víamos crianças morrendo diante dos nossos olhos todos os dias, assim que chegavam ao hospital”, disse o Dr. Yadav em entrevista ao jornal The New York Times.

Mas por que a lichia estava matando estas crianças?

Bom, Muzaffarpur é uma das regiões que mais produz lichia na Índia. E os pesquisadores descobriram que a lichia conta com duas substâncias, a hipoglicina e a metileneciclopropil glicina, que inibem a capacidade do organismo de sintetizar a glicose (açúcar), podendo fazer com que a pessoa fique com baixíssimos níveis de glicose no organismo, levando a um grave quadro de hipoglicemia.

Além disso, havia algo comum em todos os casos: as crianças não tinham comido de maneira adequada no jantar e depois haviam comido muita lichia. Ou seja, as crianças já estavam com o nível de glicose baixo no organismo porque não tinham consumido uma refeição e então comiam lichia, que fazia estes níveis de glicose caírem ainda mais!

Com a glicose baixíssima no organismo, algumas crianças, especialmente as menores, desenvolviam problemas repentinos e graves em seus cérebros, encefalopatia, e acabavam falecendo.

E as mortes ocorriam apenas em uma determinada época, justamente porque tratava-se da época da colheita da lichia. Com a simples recomendação de diminuir o consumo de lichia e garantir que as crianças jantassem, as mortes de crianças reduziram drasticamente.

E o mistério que aterrorizava a cidade de Muzaffarpur há décadas foi solucionado!

Fonte: The Lancet

Bebê Mamãe




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook