Perca Peso Agora

Conheça o “Código Emagrecer de Vez” que promete Emagrecimento sem Sacrifício

Comer menos, contar calorias e se exercitar costumam ser as primeiras atitudes que vêm à mente quando se quer emagrecer, certo? Errado! De acordo com um novo método criado pelo gaúcho Rodrigo Polesso, o emagrecimento é resultado da qualidade do que se come – e não da quantidade – e de um controle correto do hormônio insulina.

“Lançado neste ano, mais de 1.700 pessoas já estão seguindo o programa online "Código Emagrecer de Vez", e em um mês a média de perda de peso por pessoa foi de 6,3 kg”, diz Polesso, que, além de criador do programa, é certificado em nutrição otimizada para saúde e bem-estar pela Universidade Estadual de San Diego, na Califórnia (EUA).

O especialista em emagrecimento conta que criou o método baseado na própria experiência e em estudos científicos internacionais da área nutricional. “Em 2008, estava acima do peso e comecei a procurar informação e conhecimento. Naquela época, agia como a maioria das pessoas: tentava controlar as porções, contava calorias, me exercitava mais e comia de três em três horas, mas era muito sofrido”, lembra.

Fora do Brasil, Polesso passou a ter contato com novos estudos e começou aplicá-los em sua rotina. “Passei a perder peso sem me exercitar, sem passar fome, focando apenas a qualidade dos alimentos, ou seja, o impacto metabólico. Emagreci 11 kg”, afirma.

Para Polesso, entender as reais causas do ganho de peso foi fundamental para criar uma solução “definitiva” para o problema e desmistificar alguns mitos propagados há anos.

A causa da obesidade não é comer demais e se exercitar de menos. Isso é a consequência. Você come a mais porque está engordando, e não o contrário. Se você foca a qualidade do que come, o corpo tende a não armazenar gordura em excesso, mas, se você come os alimentos errados, mesmo alimentando-se pouco, o corpo vai se condicionar ao armazenamento de gordura. Quando se come errado, o senso de apetite fica desregulado, o corpo não fica nutrido e sente fome toda hora”, ensina.

Método

Entusiasmado pelos resultados, Polesso montou um passo a passo composto por três fases:

  • “Fase 1 – Desafio 30 dias”, o corpo passa por um processo de reprogramação do metabolismo, e alguns alimentos, principalmente o açúcar, devem ser evitados;
  • “Fase 2 – Aceleração” é quando a pessoa irá conseguir atingir seu peso ideal;
  • “Fase 3 – Estilo de Vida”, é o momento de manutenção.

A fase 1 costuma ser a mais difícil, por ser a coisa mais diferente que a pessoa vai ter que fazer durante o processo, além de ter um comprometimento de 30 dias. A partir daí, o corpo já tem uma flexibilidade 90/10 – em 90% de seu tempo a pessoa segue o programa e nos outros 10% pode fazer o que quiser. Na fase 3, a flexibilidade passa para 80/20. Se seguir de segunda a sexta com uma alimentação forte e correta, no sábado e possível, e até saudável psicologicamente, enfiar o pé na jaca”, garante.

Todo o método é baseado no conceito da “alimentação forte”. Nele, os pontos mais sólidos e comprovados cientificamente em outras filosofias de emagrecimento, como páleo (defende que devemos comer aquilo que nossos antepassados podiam caçar ou coletar na natureza) e low carb (baixo teor de carboidrato), foram combinados.

Segundo Polesso, o método não é restritivo, e, se a pessoa seguir as fases 1 e 2 corretamente e conseguir migrar para a fase 3, as chances do “efeito sanfona” são remotas.

“Diferentemente do que os especialistas costumam classificar como reeducação alimentar, no método eu enfatizo que a pessoa não deve passar fome".

"Coma o quanto quiser, não conte pontos, calorias, porções e não se pese. A pessoa passa a ter uma "paz mental" de poder se sentar e comer até se saciar sem se preocupar com a quantidade”, finaliza.

Quando conheceu o “Código”, a enfermeira de Porto Alegre Priscila Mayer, 34, estava cética, mas disposta a tentar. Hoje, na fase 2, ela já eliminou 15 kg. “Já tentei muitas dietas, fazia atividade física duas vezes por dia e não estava conseguindo emagrecer. Na primeira semana senti falta do açúcar, mas na segunda semana já estava completamente adaptada. Meu paladar mudou e hoje não sinto falta”, lembra. Além dos quilos perdidos, a maior vantagem desse programa, de acordo com a enfermeira, foi se livrar da compulsão alimentar. “Sempre exagerava. Hoje eu como bem e não sei o que é fome”, diz Priscila.

Avaliação

Procurado, o Conselho Regional de Nutricionistas de Minas Gerais (CRN-MG) informou que desconhece o tratamento. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e o Instituto Mineiro de Obesidade também não se posicionaram.

O método é todo feito online, com acompanhamento remoto por vídeos, textos e fóruns O e-book custa R$ 684 e pode ser comprado pelo http://codigoemagrecerdevez.com.br/

Resistência à insulina é o pior pesadelo para os gordinhos

A grande maioria das pessoas fica desconfiada quando aparece uma “solução milagrosa” para o emagrecimento. E não é para menos, haja vista que a cada mês surge uma nova dieta. Mas, segundo Rodrigo Polesso, um dos maiores problemas e dificuldades encontradas no processo de emagrecimento é a resistência à insulina.

Esse hormônio pode causar o ganho de peso e, pior, bloquear a queima de gordura. A resistência à insulina é uma condição que todo diabético tem e, junto com o cortisol e o estresse, aumenta as chances de ganho de peso. Por isso, algumas correções na alimentação evitam o aumento da insulina no sangue – como, por exemplo, cortar carboidratos processados, açúcar, farináceos, pães, massas, sobremesas e bebidas adoçadas”, aponta.

Comer esses alimentos “agressores” todos os dias, como a maior parte da população faz, segundo Polesso, condiciona a formação de certa resistência à insulina em longo prazo.

Entenda as 3 fases que fazem o "Código" funcionar

Fase 1 – Desafio 30 dias

Durante um mês são usadas técnicas e estratégias específicas que irão reverter a situação sem contar calorias, sem comer pouco e sem exercícios. Nessa fase o metabolismo é reajustado e ocorre a “reprogramação” de cada célula de gordura do corpo para “desbloquear” a queima de gordura.

Fase 2 – Aceleração

Com o metabolismo e células de gordura agora ajustados para emagrecimento, é hora de acelerar o processo. Essa fase é mais flexível, e a pessoa ficará pelo menos quatro semanas nela – ou até atingir o peso ideal. É comum sentir mais vitalidade e disposição.

Fase 3 – Estilo de Vida

Já no peso ideal, a pessoa passa a ter um estilo de vida mais flexível, com liberdade para comer tudo que gosta, nas quantidades e frequências que quiser, para manter a boa forma sem esforço.

Fonte: O Tempo



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook