Cientistas descobriram que o beijo do seu cachorro traz benefícios para a sua saúde

Os germes caninos podem atuar como "probióticos" dizem os especialistas.###

Cientistas da Universidade do Arizona acreditam que os micróbios que vivem nos intestinos dos cães podem ter um efeito similar aos iogurtes probióticos, melhorando o seu sistema imunológico e protegendo-os contra doenças.

Já está provado que possuir um cachorro melhora o bem-estar de seu dono. Mas os benefícios para a saúde em dividir sua vida com um amigo peludo pode não terminar ai.

Os cientistas acreditam que os micróbios que ficam a espreita no intestino do cachorro podem ter um efeito probiótico no corpo do seu dono.

E para determinar se suas suspeitas são verdadeiras, os pesquisadores da Universidade do Arizona estão recrutando voluntários para participarem desse estudo para testar essa teoria.

A pesquisa irá focar específicamente no efeito que os cães tem na saúde das pessoas idosas.

Kim Kelley, estudante doutorada em antropologia, e uma das principais pesquisadoras, disse: "Nós estamos evoluindo com os cães ao longo de milênios, mas ninguém realmente entende o que há no relacionamento cão-homem que nos faz sentir tão bem quando os temos ao nosso lado."

"Trata-se apenas de que eles são felpudos e nós gostamos de acariciá-los, ou há alguma coisa a mais acontecendo sob a pele? E nós acreditamos que há!"

![](https://s3.amazonaws.com/s3.saudecuriosa.com.br/2015/Mar/26CE0AE300000578_3002666_They_believe_canine_germs_could_have_similar_effects_to_probioti_a_38_1426780622440-1427245596847.jpg)
O sistema digestivo humano é moradia para mais de 500 tipos diferentes de bactérias, boas e ruins.

Os probióticos, são frequentemente referidos como bactérias "boas" ou "úteis", porque eles ajudam a manter os intestinos saudáveis e auxiliam na digestão dos alimentos. Acredita-se também que eles ajudam o sistema imunológico.

Alimentos como os iogurtes, assim como os suplementos, podem ajudar a aumentar os probióticos no nosso corpo.

Dra. Kelly, juntamente com pesquisadores da Universidade de San Diego, irão investigar se morar com um cachorro estimula o crescimento de micro-organismos "bons" no intestino humano - em quantidade suficiente para melhorar a saúde física e mental das pessoas idosas.

Pesquisas existentes mostram que os cachorros e seus donos compartilham a maior parte das mesmas bactérias intestinais ao longo do tempo.

Além disso, alguns estudos tem mostrado que os cachorros aumentam o sistema imunológico das crianças, reduzindo o risco de doenças incluindo a asma e alergias.

![](https://s3.amazonaws.com/s3.saudecuriosa.com.br/2015/Mar/meninoabracadocachorro-1427246406595.jpeg)
Os participantes desse estudo, que será realizado juntamente com a *Humane Society of Southern Arizona*, serão colocados juntos de cães e viverão com eles em suas casas durante 3 meses.

No início das pesquisas, os cientistas irão avaliar as bactérias do intestino dos participantes humanos, sua dieta, atividade física e sua função imunológica.

Ao mesmo tempo as bactérias intestinais dos cachorros e seus níveis de atividade física também serão medidos.

Os pesquisadores também vão procurar por qualquer mudança na saúde mental e no bem estar emocional dos cães e dos homens.

Os voluntários deverão ter 50 anos ou mais, gozar de boa saúde, não ter tomado antibióticos nos últimos 6 meses, e não ter vivido com um cachorro por pelo menos 6 meses.

E ai? Quem se habilita?

Muito bom saber que a cada dia conseguimos provar os benefícios da companhia de um animal nas nossas vidas!




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook