Perca Peso Agora

Carpinteiro Alemão Inventa um Interruptor Para Ligar e Desligar a Saída de Esperma

Um carpinteiro alemão inventou uma válvula que, segundo ele, irá revolucionar a contracepção, permitindo que o homem mude o fluxo do esperma que sai de seus testículos com um simples apertar de botão.

Clemens Bimek disse à "Spiegel Magazine" que teve essa idéia há 20 anos atrás quando assistia a um documentário sobre contracepção, e se perguntou se seria possível controlar o fluxo do esperma com uma simples válvula.

Quando ele descobriu que ninguém ainda havia patenteado esse tipo de dispositivo, decidiu então desenvolver um.

"Muitos médicos que consultei não me levaram a sério. Mas outros me estimularam a ir em frente, e me ajudaram com suas opiniões e experiências", disse Mr. Bimek.

Agora a vávula que ele desenvolveu será implantada em 25 homens em ensaios que começarão este ano.

As minúsculas válvulas tem menos de uma polegada de comprimento, e pesam menos 2,8 gramas. Elas serão cirurgicamente implantadas nos canais deferentes, que são os ductos que transportam o esperma dos testículos. A simples cirurgia pode ser feita em meia hora.

As válvulas serão controladas por um interruptor que o homem poderá facilmente alcançar logo abaixo da pele do escroto.

Até agora Mr. Bimek é o único homem que tem o dispositivo implantado. Ele fez a cirurgia com anestesia local, e assim pode ajudar diretamente o cirurgião.

Hartwig Bauer, o urologista que realizou a cirurgia, disse à "Spiegel" que a válvula é preferível à uma vasectomia. "Um terço dos pacientes desejam reverter a vasectomia, mas isso nem sempre é possível", disse.

Mas outros médicos manifestaram preocupações sobre a nova tecnologia. "Minha avaliação é que a implantação da válvula poderá causar cicatrizes onde se encontra com os canais deferentes", disse Wolfgang Buhmann, porta-voz da Associação Profissional dos Urologistas Alemães. "Essas cicatrizes poderão evitar o esperma de fluir, mesmo quando a válvula estiver aberta, ele alertou. E essa válvula também poderá entupir ao longo do tempo se ela for deixada na posição fechada por um período grande".

"Outros implantes feitos com esse material têm sido bem tolerado em outros lugares do corpo", disse Anneke Loss, chefe de um centro de testes para produtos médicos de Hannover.

"A questão é se ele vai causar problemas quando for implantado nessa área específica do corpo, o escroto".

Agora nos resta esperar os ensaios que serão feitos esse ano e aguardar os resultados... mas que a idéia é boa é!

Fonte: The Telegraph



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook