Perca Peso Agora

Caldo de Ossos: O Melhor Alimento para a Articulação! Colágeno, Glicosamina e Condroitina Feitos em Casa!

O caldo de ossos é altamente nutritivo. Tomando uma caneca de caldo ao dia você irá melhorar seu sistema digestivo, sistema imunológico, ajudar a musculatura e reduzir dores articulares e inflamações no seu corpo. É capaz de até aumentar a sua longevidade.

Além disso, terá uma dose de colágeno muito boa para seus tendões, ossos e principalmente articulações! Tem mais colágeno que qualquer suplemento encontrado no mercado.

Mineralmente é rico em magnésio, cálcio e fósforo (mais que o leite) em uma forma que é facilmente absorvida pelo corpo. Também são ricos nos aminoácidos glicina e prolina, que não estão tão presentes na carne.

O caldo de ossos é extremamente barato e fácil de fazer em casa. Pode ser feito de gado, aves, porco, ovelha, búfalo e peixes.

O caldo de ossos pode ser pensado como um suplemento de proteínas e minerais natural, ou seja, na forma que nosso corpo consegue absorver.

Os ingredientes que são extraídos a partir do caldo são glicina e prolina (colágeno / gelatina), cálcio, magnésio e fósforo (minerais), ácido hialurônico e sulfato de condroitina e glicosamina(GAGs), e outros minerais, aminoácidos e GAGs, em quantidades menores.

É hora de recuperar o método tradicional e milenar de se fazer o caldo. O livro "All New Joy of Cooking" descreve caldo como inerentemente calmante, consolador e reparador ao nosso espírito e vigor. O preparo do caldo preenche a casa com um aroma de bondade indefinível. Isso, em si, já é o medicamento. Porque é fácil de absorver, ótimo sabor e contém uma rica concentração de nutrientes. Isso faz do caldo distintamente uma boa medicina.

Benefícios do caldo

A principal recomendação que faço do caldo é para auxiliar no tratamento do desgaste das cartilagens, porém esse é apenas um dos benefícios.

O caldo irá ajudar a "apoiar e reforçar" a função do tecido conjuntivo ( todos os tecidos que tem colágeno como tendões, cartilagem, pele, ossos). Para "apoiar e proteger" a função do osso. Para atuar como um "amortecedor e reduzir o atrito", que é a função da cartilagem. Para ser "flexível e forte", a função de colágeno. Para "segurar os tecidos" e "mantê-lo juntos", também a função do colágeno.

Receita

Tente sempre utilizar ossos de qualidade para fazer seu caldo. Animais que foram criados de forma orgânica e pastando livres são os ideais. Evite comprar ossos de animais confinados e que foram alimentados somente com grãos. Eu sei que essa parte não é simples, mas é importante. Em geral os ossos podem ser comprados em um açougue perto de sua casa. Muitas vezes os açougues até lhe darão de presente os ossos.

Lembrando que o caldo, ao esfriar, deve ter uma consistência de gelatina (ver foto abaixo). Se isso não ocorrer foi por uso de muita água ou por pouco tempo de cozimento. O caldo pode ser mantido na geladeira por 5 dias e no freezer por 6 meses.

Ossos com a parte da articulação são os melhores, como a paleta e o pernil no gado e porco. No caso da galinha, os pés e pescoço são as melhores partes, mas pode se usar toda carcaça. No caso de peixes, a cabeça é especialmente boa!

Ingredientes

  • Ossos entre 500g e 1kg - o ideal é encher a panela praticamente até a tampa.
  • 1 cebola
  • 4 dentes de alho
  • 2 cenouras
  • 2 colheres de sopa de vinagre de maça (extremamente importante)
  • 1 colher de sopa de sal marinho (ou a gosto)
  • 1 colher de chá de pimenta do reino recém moída (ou a gosto)
  • Ervas e especiarias a gosto

Modo de preparo

  • Dourar os ossos no forno ou na panela (melhor na panela). No forno pode ser a 200c por 30 minutos. Isso dá um sabor extra aos ossos.
  • Colocar os ossos na panela. O ideal são panelas de ferro grandes e grossas (ferro esmaltado). Também pode ser utilizadas panelas de pressão normais ou elétricas, pois diminuem bastante o tempo de cocção.
  • Colocar água fria até tapar os ossos.
  • Colocar o vinagre de maçã. (se achar vinagre não filtrado e crú, melhor) e deixar repousar por 30 minutos (muito importante)
  • Adicionar os vegetais cortados grosseiramente e temperos secos
  • Ferver e depois manter em fogo mínimo. Irá formar uma espuma sobrenadante, você pode remove-la para ter um caldo mais translúcido e saboroso.
  • Faltando 30 minutos, acrescentar o alho e outras especiarias frescas.
  • Retirar do fogo e deixar esfriar e depois coar.

Algumas pessoas gostam de manter a gordura e outras preferem retirar. Para o benefício que queremos do caldo isso não faz diferença.

Tempo de cocção em panelas comuns:

  • Gado, porco, búfalo: 24-48 horas
  • Aves: 8-24 horas
  • Peixe: 8 horas.

É possível reduzir o tempo utilizando panelas de pressão normais ou até as panelas elétricas.

Como conservar

Você pode condicionar o caldo em frascos de vidro e congelar. No freezer tem uma durabilidade de 6 meses e na geladeira de 5-6 dias. Pode retirar o frasco do freezer e passar para geladeira usando o conteúdo gradativamente com uma colher.

Alternativamente, você pode colocar o caldo ainda morno em formas de gelo e congelar. Retirando os cubos de caldo para serem usados gradativamente diretamente do freezer.

Como usar

Você pode usar o caldo na cocção de diversos alimentos. Mas como suplemento articular recomendo usar uma xícara de caldo antes do almoço ou do jantar, como preferir.

Pode se utilizar um cubo de caldo para cada xícara ou uma colher de sopa. Não há risco de consumir "demais". Você pode tomar 2 xícaras ao dia se quiser.

Essa é a consistência ideal do caldo, uma geleia! Se seu caldo não ficar assim é porque foi muita água ou faltou tempo de cocção.

É possível congelar o caldo em formas de gelo por até 6 meses.

Experimente e compartilhe sua experiência!

Fonte: David Gusmão



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook