Benzetacil está suspensa no Brasil: o que fazer sem remédio essencial para tratar infecções?

O famoso antibiótico que atende pelo nome comercial de Benzetacil está em falta Usado para tratar diversas doenças causadas por bactérias, como amigdalite, sífilis, dor de ouvido, infecção urinária, sinusite, meningite e pneumonia, o medicamento é essencial para manter a saúde pública em controle.

benzatina

Composto por penicilina benzatina, o medicamento geralmente é aplicado como injeção nas nádegas por médicos, enfermeiros ou farmacêuticos. Acontece que desde o início de julho o Brasil não recebe novos frascos de Benzetacil.

Em nota, a Eurofarma, farmacêutica que detém os direitos sob a marca, afirmou que a interrupção da produção ocorre "para implantação de melhorias" após testes. Ainda segundo ela, a fabricação deve ser retomada em outubro.

Apesar do alerta, os lotes que ainda compõem o estoque nacional podem ser utilizados normalmente até o prazo de validade informado no rótulo.

Não é a primeira vez que o Brasil sofre com a escassez do medicamento: em 2015, o país enfrentou uma crise de abastecimento do remédio pela escassez de sua matéria-prima.

O que fazer?

70f02_GTY_doctor_vaccine_jef_140416_16x9_608-520x300

Pacientes que precisam do medicamento e que não o encontraram em hospitais, postos de saúde ou farmácias devem optar por outras marcas da penicilina benzatina.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Fundação para o Remédio Popular, o Laboratório Teuto Brasileiro e a Novafarma Farmacêutica produzem a droga com outras denominações, visto que Benzetacil é o nome comercial apenas do medicamento em falta.

Assim, o ideal é que os pacientes conversem com um profissional da saúde sobre a opção mais adequada de remédio ou a substituição do tratamento. Compartilhe!

Fonte: Vix




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook