Perca Peso Agora

Atenção Mulheres! Adoçantes Artificiais Aumentam a Velocidade do Efeito do Álcool na Corrente Sanguínea

Uma nova pesquisa mostra que a escolha de uma mistura em algumas bebidas pode alterar a rapidez com que a embriaguez acontece. Foi constatado que bebidas dietéticas são mais inebriantes do que as versões açucaradas. Embora a descoberta possa parecer estranha, o efeito é grande o suficiente para deixar alguém bêbado de forma muito mais rápida.

Os pesquisadores dos EUA disseram que as mulheres, principalmente, devem estar conscientes sobre o estudo, pois são mais propensas a misturar suas bebidas com bebidas diet para reduzir calorias.

O teste envolveu 20 homens e mulheres, após beberem uma mistura de vodka com limonada adoçada com açúcar ou com adoçante. A quantidade de álcool era a mesma em ambos os casos, mas os índices de embriaguez foram até 25% superiores em quem consumiu a mistura de baixo teor calórico.

Acredita-se que o motivo seja que bebidas açucaradas diminuem a passagem do álcool na corrente sanguínea. Enquanto que os adoçantes artificiais encontrados em bebidas dietéticas não possuem este efeito, explica o jornal Drug and Alcohol Dependence.

Pesquisas anteriores feitas pela mesma equipe, na Northern Kentucky University, mostraram que pessoas que tendem a optar por misturas dietéticas têm mais problemas no trabalho e são mais propensas a apagões.

Outro de seus estudos descobriu que optar por uma dieta de baixa caloria, em vez da açucarada, poderia causar um aumento no consumo de bebidas alcóolicas.

Apesar disso, os participantes no experimento não se sentiram mais embriagados, e tiveram a mesma probabilidade de pensar que estavam aptos a dirigir. Os pesquisadores disseram que a falta de consciência sobre o efeito poderia levar as pessoas, involuntariamente, à alcoolemia, ou seja, presença de álcool no sangue.

Segundo Cecile Marczinski, autora do estudo, além da preocupação com as mulheres ser maior, por conta das dietas, elas também correm o risco de perder a consciência sem perceber, situação que viabiliza problemas como assédio e gravidez indesejada.

A coautora do estudo, Amy Stamates disse que também é uma “preocupação real” que o álcool possa causar mais danos ao fígado e ao resto do corpo quando misturado com bebidas dietéticas. No geral, os danos causados por essas bebidas de baixa caloria podem superar os benefícios de evitar calorias.

“Materiais de prevenção ao álcool devem informar aos indivíduos que os danos para a saúde associados às elevadas concentrações de álcool, podem superar os benefícios de adicionar bebidas dietéticas para evitar o ganho de peso”, concluíram os pesquisadores.

Então mulheres, da próxima vez que forem pedir um drink, nada de acrescentar bebidas com adoçantes artificiais, ok?

Fonte: Jornal Ciência



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook