Anvisa proíbe venda de lote de azeite extra virgem por excesso de iodo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e a venda do lote 16D18, válido até 04/2019, do azeite de oliva extra virgem da marca Olivenza. O lote do produto, fabricado pela empresa Olivenza Indústria de Alimentos Ltda, apresentou resultados "laboratoriais insatisfatórios e excesso de iodo".

De acordo com o laudo de análise fiscal, emitido pelo Centro de Laboratório Regional de Santos IX (Instituto Adolpho Lutz), o lote em questão apresentou índices de refração e índices de iodo acima das faixas recomendadas.

Não é a primeira vez que a Anvisa encontra adulterações indesejáveis no alimento desta marca. Em abril de 2016, sua venda também foi proibida após dois laudos de laboratórios diferentes identificarem problemas na qualidade e possibilidade de adulteração no alimento.

Fique de olho! Compartilhe!

Fonte: Catraca Livre




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook