Água Inglesa para engravidar! Funciona mesmo?

Na corrida para a tão sonhada gravidez, muitas mulheres tentam tudo que tem um indício de que aumente sua chance de carregar o esperado bebê. De crenças à simpatias, a aposta da vez tem sido nos fitoterápicos, especificamente a Água Inglesa.

Ela é um fitoterápico à base de ervas amargas, e muitas mulheres juram de pés juntos que foi ela que as ajudou a finalmente terem o sonhado “positivo”!

Composição da Água Inglesa

A água inglesa contém tintura de quina amarela, tintura de calumba, tintura de centáurea menor, tintura de carqueja amarga, tintura de losna, tintura de camomila vulgar e tintura de canela da china. Além disso, também contém álcool, quinina, berberina, genciopicrosídeo, quercetina, fenólicos, apigenina e cinamaldeído.

Uso indicado

Esse fitoterápico é utilizado como medicamento para abrir o apetite em pacientes sem fome e para tonificar o sistema digestivo.

Contra-indicações

O medicamento é contra-indicado na faixa etária menor de 12 anos, pessoas com hiperacidez estomacal, epilepsia, gastrite, Parkinson, patologias do fígado, refluxo e em caso de gravidez.

Como tomar

Deve se tomar um cálice (30ml) antes das refeições, três vezes por dia.

Como usar a Água Inglesa para engravidar?

Embora a bula da água inglesa não diga nada sobre isso, ela é utilizada para mulheres que querem engravidar para desintoxicar o organismo, seja de hormônios sintéticos, seja de indutores de ovulação e até após casos de aborto.

Crê-se que a água inglesa limpa o corpo dessas substâncias nocivas, deixando o corpo hábil para a gravidez após um ciclo.

Acredita-se que ela ajuda na cicatrização interna e em casos de endometriose ou infecções uterina, e no também pode ajudar na amamentação. Para esse uso, sua posologia continua a mesma, mas só se pode começar a ingerir esse medicamento no começo do ciclo menstrual ou até o quarto dia de seu início, e se segue tomando até acabar a garrafa.

Como ele é aperiente, sugere-se para quem não quer ganhar peso que seja consumido após o almoço, de modo a evitar a abertura de apetite desnecessária.

Por causa do sabor amargo da Água Inglesa, costuma-se misturar cada dose a meio copo d’água antes de consumi-la, para que o sabor não fique desagradável.

É importante dizer que esse tipo de uso não é reconhecido pela comunidade médica, e mesmo se fosse, não se trata de um remédio para engravidar, já que supostamente só resolve algum distúrbio que dificulta a gravidez através da limpeza do organismo.

Não se deve usar mais de um remédio ao mesmo tempo, mesmo que seja outro fitoterápico, e jamais se deve tomar em exagero ou na gestação, por risco de aborto. Mesmo assim, para quem quer tentar de tudo na chance de conceber, o ideal é que informe seu médico que está fazendo uso desse produto e que o procure em caso de alguma reação.

É comum encontrar na internet relatos entusiasmados de mães que conseguiram seu resultado de gravidez positivo e o atribuem à água inglesa, mas também é preciso bom senso e cautela caso se vá realmente usar um medicamento com esse fim.

	As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica.

Fonte: Gravidez & Bebê




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook