Adeus Máquina de Hemodiálise! "Rim Artificial Biônico" filtra o sangue e não causa rejeição

Esperança para milhões de pessoas que estão na fila de espera por um rim. Cientistas da Universidade da Califórnia em São Francisco, nos EUA, pretendem lançar ainda este ano o primeiro rim artificial biônico, que imita com perfeição o rim humano.

Ele tem filtros de silício, células vivas e é bio-híbrido. O aparelho funciona com uma série de microchips e é movido pelo coração humano para filtrar os resíduos da corrente sanguínea.

Chamado de The Kidney Project, o rim biônico foi lançado por William Fissell de Vanderbilt e Shuvo Roy, da UCSF.

Ele pode ser implantado em pacientes com doenças renais para libertá-los da hemodiálise.

Outro ponto positivo: tem chance zero de rejeição, porque é feito a partir de células renais.

O protótipo é do tamanho de uma xícara de café e consegue otimizar a pressão arterial e o equilíbrio entre sódio e potássio no corpo.

“Este projeto cria uma solução permanente para o problema de escassez no transplante de órgãos. Estamos aumentando as opções para pessoas com doença renal crônica, que de outra forma seriam forçadas à diálise“, disse Fissell ao UCSF News Center.

Em novembro de 2015, o Kidney Project recebeu uma doação de US$ 6 milhões do Instituto Nacional de Biomedical Imaging e Bioengenharia (NIBIB), para pesquisas e desenvolvimento.

Esta notícia é muito especial para pacientes com doenças renais que dependem da hemodiálise. Compartilhe!

Fonte: Só Notícia Boa




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook