Perca Peso Agora

5 Razões pelas quais o Whey Protein pode te colocar em Perigo

O whey protein, um suplemento de proteína comum, principalmente na rotina daqueles que frequentam academias, está cercado de vários mitos e dúvidas que acabam preocupando quem quer aliar o produto à prática de exercícios.

Segundo a nutricionista Ana Ceregatti, o suplemento pode ser perigoso para a saúde, sobretudo se for combinado com uma dieta muito rica em proteínas.

De acordo com a especialista, o carboidrato (muitas vezes cortado do cardápio de quem faz dieta) e a proteína podem ser obtidos com uma alimentação saudável com leguminosas, como grão-de-bico, ervilha seca, feijão e lentilha, pois são excelentes fontes de ambos os nutrientes e têm os mesmos aminoácidos encontrados no whey protein.

“As leguminosas contêm fibras e fitoquímicos, essenciais para o bom funcionamento das funções orgânicas, e são livres de corantes, conservantes, estabilizantes, adoçantes entre outros aditivos alimentares, sempre presentes nos produtos industrializados e nocivos à saúde”, recomenda Ana.

1- “O excesso de proteínas pode causar sobrecarga a órgãos-chave do metabolismo proteico, especialmente ao fígado e aos rins, que fazem a transformação e eliminação dos resíduos metabólicos, respectivamente”, alerta a nutricionista.

2- A especialista ainda afirma que, em casos mais extremos, o uso excessivo de proteínas pode até levar a um quadro de insuficiência renal aguda.

3- “Uma dieta contendo um alto percentual de proteínas pode levar à perda de massa óssea, pois o cálcio ali estocado será usado para equilibrar o pH do sangue, alterado pelo excesso de metabólitos proteicos (resultado do metabolismo da proteína)”, explica Ana.

4- Cortar os carboidratos e investir só nas proteínas pode ser prejudicial: “Com poucos carboidratos, o metabolismo faz a degradação da musculatura esquelética para obter energia, reduzindo a massa muscular. Além disso, para fazer a síntese de proteínas, o organismo precisa de energia, que é obtida primariamente dos carboidratos, como cereais integrais, frutas e raízes” pontua a nutricionista.

5- A especialista acredita que os suplementos pré e pós treino podem perfeitamente ser substituídos por uma alimentação bem equilibrada, capaz de fornecer tudo que o organismo precisa para construir a massa muscular, incluindo pessoas que não consomem proteínas animais.

Então, se podemos encontrar todos os benefícios numa alimentação consciente, porque gastar dinheiro com produtos industrializados, que em alguns casos, nem são de boa qualidade? Pense bem!

Fonte: Itodas



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook