Perca Peso Agora

5 Maneiras Naturais de Equilibrar seus Hormônios e se Sentir Mais Saudável

Nossos corpos são ecossistemas frágeis que têm que ser mantidos de forma adequada. Alimentos e hábitos afetam nosso bem-estar geral, incluindo os nossos níveis hormonais. Porém, há medidas diárias que podemos tomar para nos manter em equilíbrio.

Veja aqui como você pode manter os níveis de seus hormônios em equilíbrio de um modo natural e assim se sentir mais saudável.

Testosterona

O hormônio masculino mais conhecido, a testosterona tem mais utilidades do que aumentar a massa muscular. É crucial para o desenvolvimento do sexo masculino durante a puberdade, e na idade adulta é necessário para que os homens produzam espermatozoides. A alteração nos níveis de testosterona no seu organismo afeta o desejo sexual e a energia, de acordo com a Hormone Health Network.

A dieta desempenha um grande papel nos níveis de testosterona. Produtos de soja – como edamame e tofu, farinha branca ou muito álcool podem reduzir seus níveis. Já uvas, atum, romã e ovos, aumentam a testosterona.

Estrogênio

A dieta também desempenha um papel nos níveis de estrogênio, o hormônio feminino que regula o ciclo menstrual, afeta o crescimento da mama e protege os ossos em ambos os sexos. Segundo a Livestrong, estabilizar o peso pode ajudar a manter os níveis de estrogênio, enquanto que estar abaixo do peso pode reduzir a produção do hormônio. Entretanto, altos níveis de estrogênio – como os ligados ao câncer de mama – estão associados com a obesidade.

Cereais integrais, soja, frutas frescas e vegetais podem ajudar a manter os níveis de estrogênio saudáveis, especialmente brócolis, couve-flor e repolho.

Adrenalina

Esse hormônio está ligado ao estresse, o que nos dá energia durante situações de luta ou fuga, abrindo nossas vias aéreas, empurrando o sangue para nossos músculos mais importantes e melhorando a força. Mas ter muita adrenalina quando não estamos diante de um momento de risco pode ser prejudicial, de acordo com a Hormone Health Network. Podemos sofrer com tontura, irritabilidade, agitação e outros sintomas relacionados à ansiedade. Uma das melhores maneiras de controlar a adrenalina é administrando o estresse.

Algumas maneiras naturais de reduzir o estresse incluem meditação e atividade física. Exercícios de conscientização também podem aliviar a ansiedade. Eles podem incluir respirações profundas, beber uma bebida quente ou simplesmente ouvir os sons ao seu redor.

Cortisol

Outro hormônio ligado ao estresse. Segundo o Huffington Post, o cortisol mantém o equilíbrio dos fluidos e a pressão arterial. Fora dessas situações estressantes, ele também afeta o sexo, a imunidade e a digestão. Mais cronicamente, em níveis elevados, ele é capaz de suprimir o sistema imunológico. Em baixas dosagens, afeta o desejo sexual e aumenta a pressão sanguínea, além de contribuir para as mudanças físicas como acne e obesidade. A recomendação é, também, diminuir o estresse, da mesma maneira que se faz para controlar os níveis de adrenalina.

Insulina

Em quantidades adequadas, o exercício pode ser benéfico para os níveis de insulina, em particular para as pessoas com diabetes, segundo a Clínica Mayo. Isto significa que os níveis de açúcar no sangue diminuem com a ajuda do hormônio.

Para as pessoas com diabetes, no entanto, ela é a chave para manter uma saúde estável. Ao realizar muita atividade física, os níveis de açúcar no sangue podem levar à hipoglicemia – que é quando o açúcar no sangue cai e causa graves problemas de saúde.

Fonte: Jornal Ciência



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook