4 maneiras de acalmar uma criança chorando em apenas 1 minuto!

As lágrimas infantis provocam nos pais diferentes sentimentos: desde compaixão e pena, até a irritação e impotência. O Incrivel.club te conta como acalmar uma criança em diferentes situações e mantendo sempre a calma.

O choro pueril pode aparecer por diferentes motivos: se a criança se machuca, se alguma coisa dói, se está assustada ou quer que lhe comprem um brinquedo. Em cada situação é necessário escolher uma forma adequada de agir, mas lembre-se: não é bom subestimar os sentimentos da criança e os abraços são necessários sempre.

1. Redirecione a atenção

9690060-6791660-1-0-1503430474-1503430658-650-1-1503430658-650-04f9ebaa03-1503496189

Distrair uma criança chorando é possível e para isto existem múltiplas maneiras. O importante é ganhar sua atenção com algum assunto interessante para que ela se esqueça de suas lágrimas.

  • Leve em seu bolso ou bolsa um objeto interessante que a criança não tenha visto antes: uma pena divertida ou um pequeno brinquedo que “comece a falar“ com o pequeno que está chorando, bem como consolá-lo ou contar-lhe uma historia.

  • Faça uma pergunta complicada que faça com que ele preste atenção e force a sua interação com os adultos: ”Olha só que carro legal está passando na rua. Você pode me ajudar a descobrir de que marca ele é?"

2. Invente um ritual

9690110-6791810-2-0-1503430676-1503430709-650-1-1503430709-650-04f9ebaa03-1503496189

Se o choro da criança se produz, não por um motivo, e sim por birras ou vontade de fazer algo, você pode inventar um ritual divertido para se desfazer das lágrimas, por exemplo, ligando um secador de cabelos, que vai “secar lágrimas“ ou ”expulsar a chatice" ou ainda lhe dar “um remédio contra o mal humor”: um doce ou uma bala que a criança goste, mas não coma sempre.

3. Fale sobre os seus sentimentos

9690160-6795010-3-0-1503430737-1503430761-650-1-1503430761-650-04f9ebaa03-1503496189

Quando a criança chora, ela experimenta emoções verdadeiras, que na realidade não são diferentes dos sentimentos de um adulto. Quando lhe dizemos “pare de chorar já“ ou ”não é pra tanto“, nós estamos nos negando a reconhecer os sentimentos da criança e a deixamos sozinha com suas frustrações.

No lugar disso, tente ajudar seu filho a entender o que está acontecendo e o que ela está sentindo. Olhe para ele de frente, se abaixe à altura de seus olhos, abrace-o ou pegue em suas mãos e explique seus sentimentos.

A psicóloga russa Yuliya Gippenreyter, em seu livro “Como tratar uma criança?”, coloca como exemplo o seguinte diálogo:

Filho: ”Levaram meu brinquedo!“

Pai: ”Você está muito triste e bravo com ele, não é?"

Desta maneira, você demonstra que está sintonizado na mesma onda emocional da criança, o escuta e aceita a sua frustação.

4. Pare as lágrimas com abraços

9690210-6795110-4-0-1503430788-1503430835-650-1-1503430835-650-04f9ebaa03-1503496189

Se o pequeno não consegue ouvir suas palavras e fica histérico, inclusive em público, é difícil que você consiga manter a calma. Mas é necessário fazê-lo. Não grite com a criança, nem exija que ele se acalme imediatamente, mesmo porque você não terá nenhum resultado. Ao invés disso, é importante seguir alguns passos simples:

  • Abrace seu filho.
  • Não lhe faça perguntas pois as palavras trarão uma carga adicional ao cérebro, que já está sobrecarregado. É melhor ficar calado.
  • Respire profundamente e de maneira uniforme.
  • No mesmo ritmo da respiração, acaricie seu filho.
  • Deixe que ele chore o quanto for necessário.
  • Depois de um tempo, comece aos poucos a usar palavras de consolo.
  • Lave o rosto e dê a ele algo de beber.
  • Fale sobre a situação apenas quando a criança esteja totalmente tranquila.

Como prevenir as birras?

9690260-6796760-5-0-1503430855-1503430983-650-1-1503430983-650-04f9ebaa03-1503496189

Às vezes é possível prevenir as lágrimas e birras, simplesmente sem fazer aquilo que as provocam e mediante o estabelecimento de regras de comunicação com a criança.

  • Siga uma rotina diária. Às vezes, o que dispara o gatilho das lágrimas nas crianças é o cansaço, a fome ou a excitação devido a jogos muito atrativos e barulhentos. Assegure-se de que o seu filho faça as coisas a seu tempo e em seu ritmo: comer, beber, dormir, passear e se comunicar.

  • Não o proíba de fazer tudo. Deixe que a criança saiba claramente o que ela não pode fazer: atravessar a rua sozinha, encostar no forno quente, etc. Se, em resposta à sua proibição, ela começa a chorar, abrace-o e ajude-o a acabar com as “lágrimas de futilidade“, já que nem todas as coisas que ela quer são possíveis.

  • Dê a ele o direito de escolher. No lugar de forçar seu filho a fazer aquilo que ele não quer, ofereça a ele uma alternativa. Por exemplo, se ele se negar a recolher os brinquedos, você pode perguntar: ”Que musiquinha nós vamos cantar para recolher os brinquedos? A do gatinho ou a da estrelinha?“

  • Transforme algo chato em uma brincadeira divertida. Ao invés de lavar as mãos, ele pode “dar banho nos carrinhos” e durante a escovação dos dentes, a escova poderia ”falar“ com os micróbios descontentes pela presença da pasta de dentes.

  • Não diga não. Substitua a negação direta por outras palavras: ”provavelmente“, “nós já vamos descobrir”, “daqui a pouco“, ”depende se...”.

  • Espere alguns minutos. Se o seu filho se negar a fazer alguma coisa, não insista de imediato. Confirme o seu pedido depois de algum tempo e utilize palavras novas.

Coloque essas regras em prática e você se surpreenderá com os resultados. Compartilhe!

Fonte: Incrivel.club




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook