11 Formas de Lidar com a Agressividade da Pessoa com Alzheimer

Muitas vezes, a pessoa com a Doença de Alzheimer pode apresentar quadros de agressividade. Isso costuma deixar familiares e cuidadores abalados, porém, é importante lembrar que se trata de um dos efeitos da doença. Não é nada pessoal! É muito importante também estar preparado para essas situações e se prevenir.

Comportamentos agressivos podem ser verbais ou físicos. Podem ocorrer de repente, sem razão aparente, ou como resultado de uma situação frustrante. Enfrentar a agressão pode ser difícil mas, compreender que a pessoa com Alzheimer ou demência não está agindo dessa maneira de propósito pode ajudar.

Veja abaixo estas 11 dicas para lidar com a agressividade das pessoas com Alzheimer:

1. Descubra o motivo

O primeiro passo é descobrir o motivo da agressividade. Caso consiga descobrir, você poderá tentar resolver o problema e evitar que essa situação ocorra novamente no futuro.

2. Use distrações

Em momentos de crises de agressividade, tente distrair o idoso com algo que ele goste. Pode ser um livro, uma música ou um programa de TV que sirvam de distração. Outra opção é sugerir um passeio ou uma atividade.

3. Evite repreensões

Repreendê-lo de forma brusca pode piorar a situação. Lembre-se que ele está nervoso por causa da doença, e a repreensão não vai resolver o problema.

4. Seja compreensivo

Nunca se esqueça que a agressividade é causada pelo Alzheimer. Isso vai ajudar você a compreender melhor esses incidentes.

5. Cuidado ao se aproximar

Fale com calma e pergunte o que pode fazer para ajudar, sempre mantendo o contato visual. Nesse momento não faça movimentos bruscos nem toque no idoso sem que ele esteja esperando.

6. Proteja as pessoas ao redor

Em caso de crises muito fortes de agressividade, tente retirar do alcance da pessoa com Alzheimer objetos que podem machucá-la ou ferir quem está ao redor, como objetos cortantes, por exemplo.

7. Reduza os estímulos

Quando a pessoa com Alzheimer estiver agressiva ou nervosa, diminua os estímulos ao redor para deixar o ambiente mais tranquilo. Desligue sons e TVs ou convide o idoso para ir a um cômodo mais calmo, por exemplo.

8. Organize o ambiente

Ter um ambiente limpo e organizado, sem muitos estímulos sonoros e visuais, pode ajudar a deixar a pessoa mais calma e evitar a ansiedade e a agressividade.

9. Não apresse

É preciso ter paciência e não apressar o idoso em suas atividades diárias, como alimentação ou higiene pessoal, por exemplo.

10. Não force atividades

Caso ele se recuse a fazer alguma atividade, tente convencê-lo e não obrigá-lo. Isso pode levar a uma estado de agressividade.

11. Procure um médico

Se os surtos de agressividade estiverem ficando muito fortes ou muito frequentes, é hora de consultar o médico.

Fonte: Alzheimer 360




Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook