Perca Peso Agora

10 Curiosidades Sobre o Corpo Humano. A #4 Deixará as Mulheres Muito Interessadas

1- É perigoso tomar banho depois de comer?

Sua mãe só queria o seu bem, mas ela estava errada!

O médico clínico Luciano Mello garante que uma chuveirada após a refeição não faz mal, por não exigir do corpo nenhum esforço a mais. Por outro lado, nadar não é indicado, porque essa ação faz exigência muscular.

"Quando a pessoa se alimenta, a circulação privilegia as vísceras, direcionando um fluxo maior de sangue para o sistema digestivo", afirma.

Fazer uma atividade física nesse caso pode causar enjôo e vômito, por demandar demais do organismo e, no mar, a pessoa corre o risco até de se afogar.

Sobre o banho de chuveiro, o único cuidado é a água gelada. Com o frio, o corpo é obrigado a produzir calor, e esse calor vem por meio da contração muscular (por isso se treme de frio), o que causa um aumento da demanda de sangue para a musculatura. Nesse caso, a digestão também não será favorecida.

2- Estalar os dedos engrossa as juntas?

Parece mito, mas é verdade!

Movimentos repetitivos nas articulações podem enrijecer, engrossando-as. Porém, o reumatologista Fernando Neubath explica que, apesar do possível engrossamento, estalar os dedos não deve causar dor ou qualquer outro problema de saúde.

Dentro de estruturas como tendões e ligamentos, há um espaço preenchido pelo líquido chamado de sinovial. O barulho é sinal de que as juntas não estão bem lubrificadas.

"A articulação não está desempenhado direito o seu papel de dobradiça, é como uma porta que range", compara. É que, no momento do estalo, se força um movimento para a direção contrária ao da dobradiça. "Provoca-se uma fricção", completa.

3- Por que o dente siso demora mais a nascer?

O dente siso é o último a aparecer na boca, quando as pessoas têm entre 15 e 25 anos!

O ser humano tem 12 molares, sendo 3 de cada lado (superior e inferior). O primeiro nasce quando se tem em torno dos 6 anos, outro que aparece aos 12 anos e o dente siso. Eles nascem gradativamente porque a boca não tem espaço para todos antes dos 15 anos.

Ainda há outra razão para o siso nascer depois, diz Lina Martinelli, presidente da Academia Gaúcha de Odontologia: antes dele não há um dente-de-leite correspondente. Assim, é obrigado a encontrar o seu próprio lugar na gengiva. Depois que começa a crescer, pode demorar meses até estar totalmente para fora da gengiva.

4- Se a língua é um músculo, podemos exercitá-la?

Sim, podemos!

A fonoaudiologia, por exemplo, é uma área que trabalha muito com esse aspecto da língua, realizando exercícios motores para que as pessoas consigam exercer melhor funções como se alimentar e falar.Assim como os outros músculos, a língua pode ficar mais "dura" quando bem tonificada.

A diretora da graduação em Fonoaudiologia da Universidade de Guarulhos, Eliane de Martino, afirma que tonificar a base da língua, por exemplo, previne a "papada". Para isso, é preciso encostar a língua o mais para trás possível no céu da boca (o que vai ser mais ou menos na metade). Depois, empurre a língua para cima, apertando. Você sentirá que nesse momento a "papada" fica rígida.

Porém, Eliana lembra que, para obter sucesso, o exercício deve ser realizado todos os dias, de 10 a 15 minutos. Em seis meses, a "papada" deve diminuir.

5- O que causa o chulé?

O mau cheiro nos pés, conhecido científicamente como bromidrose, é causado pela combinação do aumento do suor com a proliferação de bactérias e fungos.

Sapatos de plástico, por exemplo, provocam mais chulé que os outros justamente porque não absorvem a transpiração.

Para se livrar do odor, a dermatologista Carolina Ferolla aconselha utilizar talco antisséptico, preferir as meias de algodão e trocá-las diariamente.

Sempre que possível, os calçados devem ser expostos ao sol, e os pés deve ser bem secos entre os dedos (usar um secador de cabelo dá um melhor resultado).

"Com esses cuidados, a umidade dos pés é eliminada e se evita o aparecimento de germes", afirma a médica.

6- Por que os homens são mais carecas que as mulheres?

Os homens são mais carecas porque o hormônio masculino testosterona passa, ao longo da vida, a se transformar cada vez mais em didrotestosterona, que é responsável pela queda de cabelo.

"Como o homem tem mais testosterona, a calvice é mais comum neles", afirma a dermatologista Carolina Ferolla. Na região da cabeça em que caem os cabelos, as células são ricas em receptores para a didrotestosterona.

Carlina explica que, se o garoto tiver algum parente calvo, provavelmente será careca. "O familiar pode ser tanto por parte da mãe quanto por parte do pai", completa.

A calvíce, cientificamente conhecida como alopecia androgenética, até pode ocorrer em mulheres, uma taxa de 20%. "Porém, dificilmente ficam totalmente carecas, mantendo pouco cabelo".

7- O que acontece se não piscarmos os olhos?

Na verdade, o cérebro não permite que isso ocorra!

"Até conseguimos ficar alguns segundos sem piscar, mas acabamos nos rendendo ao comando do sistema nervoso central que nos obriga a piscar", afirma o oftalmologista Luciano Bellini.

Isso porque piscar é fundamental para a saúde das córneas, a parte transparente dos olhos, que precisam estar bem lubrificadas pela lágrima. Se por acaso elas não se lubrificam (se a pessoa perde as pálpebras, por exemplo), secam e acabam morrendo.

Neste sentido, a superfície dos olhos é diferente da superfície da pele. A pele não precisa estar sempre molhada, pois suas células são cobertas por uma proteína chamada queratina, que torna a região mais resistente do que a superfície do olho.

8- É possível que o umbigo se "desfaça"?

O umbigo, cientificamente chamado de cicatriz umbilical, não pode se desfazer, mas pode sofrer modificação durante a vida.

Segundo o professor de Anatomia Humana da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Fernando Camelier Soares, podem ocorrer algumas mudanças na estrutura em volta.

Um afrouxamento da musculatura abdominal pode causar uma abertura na cicatriz, gerando a hérnia umbilical, uma espécie de saliência na região. Isso também pode acontecer na gravidez, por cirrose e até mesmo por envelhecimento.

Algumas pessoas têm o umbigo mais "saltado" que as outras. De acordo com Soares, isso é apenas uma determinação genética, assim como a cor dos olhos ou uma pinta. Mas se a pessoa quiser, existem cirurgias para mudar isso. "Tem como fazer uma cirurgia. Mas ela é apenas estética, daí se cria um novo, se saca e retira o excesso", explica.

O umbigo também é usado como ponto de entrada para intervenções cirúrgicas. Uma vantagem de a cirurgia ser feita nessa região é a possibilidade de disfarçar uma eventual cicatriz, pois no final, o local pode ser reconstruído, e na hora de fechar, pode ser feito um umbigo novo.

9- Como se forma a cera de ouvido?

Também chamada de cerúme, a cera é produzida pelas glândulas ceruminosas, células existentes na pele do conduto auditivo externo, que fica nos primeiros três centímetros do ouvido, de fora para dentro.

Formada basicamente de gorduras, a cera tem como objetivo a proteção, porque contém substâncias que impedem a proliferação de micro-organismos, além de impermeabilizar o local.

Ektor Onishi, otorrinolaringologista da Sociedade Brasileira de Otologia, explica que a cera mais recente empurra a mais antiga para a parte externa do conduto auditivo. "É um mecanismo de autolimpeza", diz.

Por isso, deve-se apenas limpar a parte mais de
fora, com uma toalha ou com um lenço de papel.

Algumas pessoas produzem cerúmen em excesso, bloqueando completamente o conduto. Nesse caso, a limpeza deve ser feita pelo otorrinolaringologista.

10- Por que os homens têm barba e as mulheres não?

Os homens têm barba por causa da testosterona, um hormônio em quantidade muito maior no sexo masculino.

Como o hormônio se manifesta apenas na puberdade, o aumento de pelos no rosto ocorre a partir desse período. A barba aparece primeiro em cima dos lábios, como uma penugem. Dali se forma o bigode e se espalha para bochechas e queixo.

A dermatologista Carolina Ferolla conta que as mulheres até podem ter barba, devido a níveis mais altos de testosterona no organismo. "Normalmente isso ocorre pela ação do hormônio no folículo piloso (estrutura que dá origem ao pelo), como na menopausa, em que é comum o aumento de pelos", diz.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/educacao/corpo-humano/



Receba Dicas de Saúde Grátis

Tenha uma vida mais saudável com nossas melhores dicas e novidades.

Compartilhar no Facebook